Logo Corretores de Seguros
Fenacor

Sites Responsivos

Ajusta-se a tablets e celulares,
aparecem mais na busca do Google.

Blog
SEO
Facebook Ads
Google Adwords
Sites Personalizados

Consulte-nos

Benefícios


Site Responsivo
Padrão ou Personalizado
Chat Online
Suporte
10 contas de e-mail
Atualização de conteúdo

Veja os modelos Padrão

Valores


Taxa de Instalaçao do Site Padrão
R$ 379,90 (parcela única)

Mensalidade
R$ 39,90

Faça sua Inscrição

MODELOS


Sites Responsivos ajustam-se às telas dos dispositivos eletrônico, reposicionando automaticamente os elementos do site em cada dispositivo utilizado, a fim de mantê-lo funcional em vários formatos e tamanhos de tela.

Ter um site responsivo, é fundamento para que sua empresa se destaque nos mecanismos de buscas.

O Site Responsivo também possibilita ao usuário uma experiência agradável na navegação.

Com conteúdos relevantes e posicionamentos adequado de cada item inserido no site, o cliente recebe informações claras e objetivas sobre sua empresa e seu produto.

ESCOLHA SEU MODELO

Clique nos botões abaixo e veja as cores dos modelos e um exemplo de como ficará seu site.

Clique nos botões abaixo e veja as cores dos modelos e um exemplo de como ficará seu site.

Clique nos botões abaixo e veja as cores dos modelos e um exemplo de como ficará seu site.

Clique nos botões abaixo e veja as cores dos modelos e um exemplo de como ficará seu site.


Notícias do Mercado de Seguros

Zurich lança seguro para carros elétricos e híbridos
Qua - Junho 19, 2019 12:15 pm  |  Artigo Acessos:401  |  A+ | a-
Fonte: Revista Apólice

A Zurich anuncia oficialmente que passa a oferecer seguro para carros elétricos e híbridos (tecnologia que combina motor a combustão com elétrico) com cobertura em todo território nacional. Na Europa a seguradora já comercializa em Portugal, Suíça e Inglaterra, por exemplo.

“Usamos a expertise que o Grupo já tem na Europa para desenvolver um produto local. Estamos em constante contato com os demais países onde atuamos. Em Portugal, nossa inspiração principal, a cobertura foi lançada em 2018”, conta Priscilla Magni, superintendente de Automóvel.

“O uso de veículos elétricos e híbridos vem aumentado no Brasil e sabemos que esse é o futuro. O novo seguro vai de encontro com a estratégia de inovação e as visões de longo prazo e de sustentabilidade da companhia”, completa. A novidade foi anunciada no CQCS Insurtech & Inovação 2019, que conta com patrocínio e participação da Zurich. O evento começou hoje (12) e segue até amanhã (13), em São Paulo.

A superintendente de Automóvel explica que as coberturas têm alguns diferenciais, entre eles assistência 24 horas; parceria com rede de oficinas especializadas em carros elétricos e híbridos; e cobertura para os cabos de carregamento (opcional). Já as demais coberturas para casos de colisão, roubo e incêndio são semelhantes às do seguro de automóvel convencional (abastecidos com combustível).

Ela também conta que o preço do seguro para carro elétrico é competitivo e bem similar ao valor do seguro para veículo convencional, e pode variar de acordo com o perfil do cliente e o modelo do automóvel. “Os carros elétricos e híbridos são pequenos, ágeis e têm boa aceitam na geração millennial”, afirma Priscilla. Sobre a expectativa de procura por esse novo seguro, o executivo está confiante que haverá uma grande procura conforme amplie a frota de carros elétricos no país.

Frota de carro elétrico e híbrido no Brasil

Segundo dados do Denatran, circulam cerca de 7.120 carros elétricos e híbridos hoje no Brasil. E dados da Anfavea – Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores mostram que a venda de carros elétricos ou híbridos representa 0,05% do total de veículos comercializados no país. A previsão é que esse índice passe para 2,5% em 2026, quando a expectativa é a de ter 100 mil elétricos nas ruas brasileiras.

Com isso, essa frota brasileira seguirá uma tendência mundial. Um recente levantamento da Bloomberg New Energy Finance (BNEF) aponta que os veículos elétricos devem passar de 2 milhões para 56 milhões de unidades até 2040, o que constituirá mais da metade da frota de veículos no mundo. No ano passado, a projeção da BNEF era de que os modelos movidos a eletricidade pudessem representar 55% das vendas dos veículos de passeio. Já neste ano, a estimativa é de que esse número passe para 57% em duas décadas.
Top